Porquê tornar-se um Wifoodista português.

Publié le 30 Juin 2017

Nos dias 30 de setembro e 01 de outubro de 2017 acontece em Lisboa, a primeira ediçao portuguesa do curso da Verakis/ Nuclya:    “Wi-Food- Como veicular as informações ciências dos alimentos, da alimentação e da nutrição pelos meios digitais. »

Em virtude da quantidade de informações sobre alimentos, alimentação e nutrição que veiculam constantemente pela WEB e e o impacto que as mesmas podem ter sobre a percepção da alimentação e o consumo de alimentos por parte do publico leigo o curso tem como objetivo
conscientizar, alertar e ajudar à todos que tenham ou queiram ter um blog, uma fan page, um portal ou outro meio de informação e comunicação online, para que possam ter muito discernimento na hora da escolha dos titulos, conteudo, abordagem, referencias, cores, ilustraçoes, fotos, entre outros.

Porque como diz a Profa. Dra. Juliana T. Grazini dos Santos ( presidente da Fundação verakis, idealizadora e coordenadora do curso) que pesquisa e trabalha na área de popularização das ciências dos alimentos, da alimentaçéao e da nutrição:

“..comunicar sobre alimentos e alimentação não é banal, nem imaginamos o que fazemos com o público leigo quando não escolhemos as cores certas, o desenho ou foto adequada, o texto auxiliador...”

"Transmitir conhecimentos, orientar ou alertar por internet não é simples e estamos cometendo erros. Erros estes, que a saúde pública "pagará" no futuro como estamos "pagando" agora as estratégias de estimulo da produção e do consumo de alimentos criados nos 40/50, depois da segunda guerra mundial. "

“... popularizar conhecimento não é encher o publico leigo de informaçoes abstratas e incompreenssíveis, falar difícil, com jargões...é também fazer sonhar...é divulgar cultura por meio da arte e da literatura.”

 Não é um curso de jornalismo gastronômico, é uma reflexão, uma alerta e uma orientação sobre os riscos e cuidados que devemos tomar quando falamos de alimentos, alimentaçao e nutriçao pela web, riscos de alienaçao, medicalizaçao, utopias perigosas... Como amenizar isso com redaçao, escolha de temas, designer, ilustraçao, fotos, e uma boa gestão.

O curso conta com 7 experts no assunto:   Juliana T. Grazini dos Santos (Verakis),  Pedro Aguiar ( Sphera Saùde), Miguel Neiva (Coloradd),  Sandra Santos (Papinhas da Xica), Luisa Oliveira (Visão), João Lopes Carvalheiro (Midias Digitais), Tiago Martins (Fotografia), Helder de Meneses Brito (Infografia), Lisa Afonso (Nutricionista). 

 

O curso acontece em Lisboa, nos dias 30 de setembro e 01 de outubro das 9H00 às 18H30.
 

Informações e Inscrições pelo: verakis@verakis.com

Porquê tornar-se um Wifoodista português.

Rédigé par Verakis

Publié dans #Wi-Food

Repost 0